quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Solidariedade

Tinha acabado o meu dia de aulas, e eu como de costume vim para casa. A minha mãe fez-me uma surpresa e veio também para casa à mesma hora.Eu estava a estudar na sala, e tocaram à campainha. Espreitei pela janela, vi que não conhecia, então abri a porta com cuidado. Do outro lado do portão, estava um senhor de idade avançada, com um ar faminto e com aspecto de quem não tinha condições algumas. Perguntei o que desejava, e o pobre homem respondeu com uma voz fraca e sumida, que queria apenas um bocadinho de pão. Pedi que esperasse e chamei-a a minha mãe. Como sempre perguntou quem era. Eu disse que não sabia, disse que era um mendigo. A minha mãe pediu-me que fechasse a porta que ela ia à janela falar com o senhor. Ela não tinha compreendido que o senhor só queria comer, então disse que não tinha dinheiro pensando que era isso que ele queria. Fechou a janela e voltou para aquilo que estava a fazer. Eu fui ter com ela e disse-lhe que devíamos ter dado alguma coisa ao senhor, mas a minha insistia que não tinha dinheiro com ela que pode-se dar. Então eu expliquei-lhe que o senhor só queria comer. A minha mãe ficou perplexa e pediu-me que chamasse o mendigo. Fui a correr atrás dele, e preparamos-lhe um pratinho com comida. O senhor ficou muito agradecido, e a minha mãe muito orgulhosa de mim.

2 comentários:

work_to_do disse...

teresa adorava que fosses para cantora
pode não ser o que queres mas que tens jeito tens


kiko
http://www.kojija-worktodo.blogspot.com/
work_to_do

Butterkiko disse...

Pois mulher fizeste bem, mas lembras-te do que ele fez ao gato? Embebedou-o até cair para o lado!!

Lembraste????~

Pois,pois!